Masturbação? Masturbação é pecado? O que diz na Bíblia a respeito da Masturbação?

Masturbação? Masturbação é pecado? O que diz na Bíblia a respeito da Masturbação?

Masturbação é pecado? O que diz na Bíblia sobre Masturbação?

Neste estudo veremos sobre o que é Masturbação e o que diz a respeito na bíblia, existem muitas confusões e distorções sobre o tema, peço que fique comigo até o fim.

 

A Grande Mudança Através do Tempo

A mudança que ocorre através das décadas é natural, pois nada permanece o tempo como o mesmo, como Jesus fala em Apocalipse 21:5 “E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas às coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.

Hoje, as questões relacionadas a sexo também mudaram e junto com a mudança veio a banalização do assunto. A normalização do assunto se proliferou como conhecimento, mas é necessário notar até onde este conhecimento e a trivialização do assunto cabe ao cristão.

Para entender se a masturbação é pecado, é necessário primeiramente definir o que é a masturbação.

A dor do pecado

Introdução- O que é a masturbação?

A masturbação se trata da estimulação dos órgãos genitais tanto feminino quanto masculino. Além de estimular o órgão em si, é contado também as áreas erógenas como seios e anus, por exemplo, onde contém terminações nervosas.

Conta também como masturbação o uso de objetos além das mãos. Esta prática tem como principal objetivo o prazer, resultando no orgasmo.

Hoje, a masturbação é reconhecida como uma forma de conhecer o próprio corpo e dizem que faz arte do conhecimento sexual e amadurecimento, porém o cristão não deve enxergar desta forma.

A masturbação pode ser apontada como uma forma errônea de saciar vontades biológicas.

 

O que diz na Bíblia sobre a Masturbação

Em I coríntios 7:4 é encontrado uma passagem que diz respeito ao assunto a mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim o marido; e também, semelhantemente, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim a mulher”.

É importante relembrar que, para existir a masturbação é necessário que exista pensamentos que impulsionem o ato. É válido citar Mateus 5:27, 28 “Ouvistes que foi dito: Não adulterarás. Eu, porém, vos digo: qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela”.

O adultério é um ato pecaminoso e não é apenas a culminância quando existe a relação física, como foi mostrado pode se tratar também de pensamentos impuros com os semelhantes.

É conhecido que a pornografia é pecado, pois mostra o corpo de pessoas não como o reflexo do Senhor, mas de forma carnal e impura. Utilizar de pensamentos, imagens e/ou vídeos que remetam isto advém do pecado de forma clara.

O pecado suja o coração do homem assim como diz em Salmo 24:3 “Quem subirá ao monte do Senhor? Quem há de permanecer no Seu santo lugar? O que é limpo de mãos e puro de coração…”

Devemos falar também que, quando existe um relacionamento e a masturbação acontece com o seu parceiro na mente – pois o ato já foi ou nunca foi concretizado-, mesmo pensando no parceiro, se torna pecado.

Deve-se lembrar ao cristão que o seu corpo é templo do Espirito Santo e a leitura em I Coríntios 6:18,20 comprova de forma clara o que foi dito: “Fugi da fornicação. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que fornica peca contra o seu próprio corpo. Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.”

É chamado a atenção também para a luxúria, que como é conhecido, é um dos 7 pecados capitais. Não é possível praticar o ato sem a luxúria e esta mesma é condenada por Deus.

“Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.” Gálatas 5:19,21.

Além de tudo que foi apresentado, podemos também considerar a prática da masturbação como um ato de egoísmo. Mas por que? Isso será explicado!

O ser humano quando comete o ato tende a usa-lo como desculpa para que não concretize o ato com outra pessoa. A autoindulgência é uma característica clara do egocentrismo, utilizando um “pecado menor” para justificar o “pecado maior” que poderia ser de sexo antes do casamento ou até mesmo do adultério.

Conclusão

Foi exposto neste texto os motivos pelo qual a prática da masturbação não é uma coisa positiva para o cristão que deseja seguir firmemente os conselhos deixados por Cristo na bíblia.

Esta prática tem como saldo negativo o adultério, desejos inapropriados e até mesmo a autoindulgência, pois é usado como justificativa para não cometer outros pecados.

Cada cristão deve prestar atenção ao que agrada e ao que não agrada a Deus, que estão escritos na bíblia. Seguindo os passos deixados pelo salvador, conseguirá alcançar o Reino dos Céus.

Gostou do texto de hoje? Continue conosco para ler mais! Até a próxima!

 

 

Post – Masturbação? Masturbação é pecado? O que diz na Bíblia a respeito da Masturbação?

Tags – o que é o masturbação, dor do pecado, o que diz na bíblia a respeito de Masturbação

Post Relacionado-  Leia  o que diz na Bíblia sobre Dízimos e Ofertas

Avalie esse Estudo

Avalie esse Estudo

Muito Obrigado pela Avaliação 0 / 5. Contagem de Votos 0

Seja o Primeiro a Avaliar esse Estudo

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *