O QUE É O DÍZIMO E COMO ERAM AS OFERTAS NA BÍBLIA

O QUE É O DÍZIMO E COMO ERAM AS OFERTAS NA BÍBLIA

O QUE É O DÍZIMO E COMO ERAM AS OFERTAS NA BÍBLIA

Neste estudo veremos sobre o que é o dízimo e como eram as ofertas na bíblia, existem muitas confusões sobre o tema e principalmente entre as diferenças entre Dízimo e Ofertas, peço que fique comigo até o fim.

INTRODUÇÃO – O QUE É O DÍZIMO

A igreja construída em terra acolhe muitos cristãos ao longo dos tempos, podendo chegar a contagem de anos, décadas e centenas. A Igreja físicas tem uma estrutura e dependem de manutenção.

Hoje o tema abordado será o do dízimo e da oferta. Contudo, antes de começarmos a explicar a importância de cada um, é necessário que seja exposto a diferença de cada um.

 

QUAL A DIFERENÇA DE DÍZIMO E OFERTA?

Para início, podemos dizer que o dízimo se trata de uma contribuição que é feita por período – o contribuinte pode escolher o tempo. Pode ser feita todo mês, de seis em seis meses e até mesmo anualmente.

O dízimo corresponde a um decimo dos ganhos do cristão em questão: “Quanto à importância exigida, Deus especificou um décimo da renda” – I TS 373. Para o cristão a colaboração pode ser pouca, mas para o templo é de suma importância. Mas você deve estar se perguntando: O que Deus disse sobre isso?

Em Malaquias 3:10 Deus fala sobre isto “Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à prova”, diz o Senhor dos Exércitos, “e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las.”

ENTENDENDO A OFERTA NOS TEMPOS BÍBLICOS

Já a oferta se trata de algo diferente. Enquanto no dízimo o cristão se compromete com a contribuição daquele valor no tempo previsto, a oferta se trata de uma colaboração sem obrigações ou compromissos.

A oferta não tem a necessidade de que seja especificamente de dinheiro, pode ser doação de alimentos, roupas, materiais e outras coisas que o cristão julgar necessário para o andamento adequado da igreja e dos irmãos da comunidade que participa.

Uma das perguntas feitas é se o dízimo pode ajudar aos pobres da comunidade, contudo Deus fala de forma clara na Escritura Sagrada “O dízimo é separado para um uso especial. Não deve ser considerado fundo para os pobres. Deve ser dedicado especialmente ao sustento dos que estão levando a mensagem de Deus ao mundo; e não deve ser desviado desse propósito” – CSM, 103.”

É válido lembrar que, a vontade de Deus deve ser respeitada e a contribuição com dízimos e ofertas é algo que agrada ao Pai, pois ajuda na manutenção do seu tempo. Em Malaquias 3:10 Deus manifesta seu desejo “Trazei todos os dízimos a casa do tesouro”.

Todo o cristão que ama o Senhor deve ajudar a manter a sua casa, o Templo. Contudo Deus fala também na Bíblia sobre o desagrado de não pagar o dízimo e nem fazer ofertas: “A negligência ou adiamento desse dever, provocará o desagrado divino.” – CSM, 67.

Estas doações também tem a serventia de ajudar a manter as pessoas que cuidam da casa do Senhor, os que estão lá de forma integral, trabalhando para que a palavra de Deus chegue a todos os cantos do mundo.

Podemos citar como estes os pastores, além de ajudar nas missões que são feitas pela igreja em busca de espalhar a palavra aos irmãos mais necessitados.

O CRISTÃO NÃO PODE SER DIZIMISTA E NEM OFERTANTE?

A este ato se dá o nome de roubar a Deus, mas por que rouba ? Em Malaquias 3:8-9 é exposto claramente que, Deus não se agrada da falta de ajuda dos fieis sobre a sua casa.

Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação.”

É importante falar que, o dízimo deve ser entregue de forma correta em seu valor para o Templo, pois a entrega aproximada pode ser considerada como roubar a Deus. “O Senhor pede que Seu dízimo seja entregue em Seu tesouro. Escrita, honesta e fielmente, seja-Lhe devolvida esta parte.” – CSM 82.”

Mesmo não estando contido nos Dez mandamentos está lei, Cristo fala em 1 Timóteo 6:10, através desta palavra é possível ver que Deus quer retirar o homem da idolatria do material e prostra-lo a adoração ao Divino.

Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.” 1 Timóteo 6:10.

CONCLUSÃO

O dízimo, como foi mostrado acima é de fundamental importância para a igreja e os seus colaboradores. Deus em sua palavra deixou várias passagens que determinam como esta contribuição deve ser dada.

É importante que se o cristão for temente ao Pai e seguir todos os seus ensinamentos, deva compartilhar o pouco que tem para evitar o apego material, ajudando assim a sua comunidade no crescimento físico e espiritual. O dízimo e a oferta são importantes para a igreja de Cristo, colabore!

Gostou deste texto? Continue conosco para ler mais! Até a próxima!

 

Post – O QUE É O DÍZIMO E COMO ERAM AS OFERTAS NA BÍBLIA

Tags – o que é o dízimo, oferta na bíblia, tipos de oferta na bíblia, diferença entre oferta e dízimo

Post Relacionado-  Quem foi Eva na Bíblia?

Avalie esse Estudo

Avalie esse Estudo

Muito Obrigado pela Avaliação 1 / 5. Contagem de Votos 1

Seja o Primeiro a Avaliar esse Estudo

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *